terça-feira, 26 de maio de 2015

E recebes um email em que respiras fundo...

"Gravidez

Já só faltam 11 semanas para o grande dia!

Está na 29ª semana de gravidez. Bem-vinda ao terceiro trimestre da gravidez! 
Nesta altura deverá ser frequente pensar em como será o novo membro da família. Será que vai dormir a noite toda? Terá cólicas? Irá precisar de comer de quantas em quantas horas? Será que vai sair ao pai ou à mãe?"

E começas a pensar como é que o tempo voou tão rápido que nem o viste passar?

Aulas de preparação para o parto nem vê-las que ainda não me arranjaram vaga e já estou inscrita em dois locais. E as mudanças de médica de família, antes de engravidar já me tinham mudado o médico que tive desde criança, agora a que me seguia mudou de posto de saúde e apanhei uma que imaginem só o cenário de filme:
"o paciente entra no consultório a receio de que médica lhe poderá aparecer. A Dra está sentada normalmente na sua cadeira envolta em papeis pois nesse dia não há sistema informático e ela não sabe para onde se virar, já ninguém vive sem computador.
São feitas as apresentações, a Dra não me parece antipática mas... ela está a mascar partilha elástica de boca aberta hhuummm que eu adoro esta visão. Volto a relembrar a médica que já deveria ter tido a consulta de maternidade  algum tempo por causa dos contratempos que existiram com mudanças de médico... O telemóvel da Dra toca e ela atende dizendo que poderá ser urgente!
Respira miúda não entres em parafuso isto deve ser por causa de não haver sistema... E na minha cabeça surge um grito daqueles horrorosos... A dra tem as unhas como quem esteve a tratar do jardim antes da consulta! Epá pronto é desta que me dá uma volta à mioleira! Vá respira, respira! E não fujas a correr"

Vá a história continua mas não ia sair daqui tão cedo!
Oh como isto de médicos me anda a deixar doida da cabeça, ma vá estou à espera que a minha antiga médica me aceite porque sem dúvida que foi das melhores que apanhei até hoje!

E há tanta, mas tanta coisa que vai na minha cabeça agora, são medos, receios. Acho que nunca nos sentimos preparadas os medos são normais! Mas vá em frente :)

segunda-feira, 18 de maio de 2015

E descobrir que a filhota é uma dorminhoca


Oh como o tempo voa e ficamos a contar quase pelos dedos das mãos o número das semanas que faltam até ela nascer!

Este fim de semana fomos fazer uma Eco 4D, daquelas maravilhas da tecnologia que nos deixa ficar com a lágrima no canto do olho porque consegues perceber tão ao detalhe que dentro da tua barriga está uma coisinhas pequenina mas já tão cheia de detalhes :) Fomos com esperança que ela se mexe-se mas a menina achou que estava bem era a dormir, abanaram-me tanto mas nem mesmo assim ela se mexeu, esteve sempre numa posição relaxada cheia de pinta e com as pernocas relaxadas nem hipóteses para ter a certeza absoluta se é uma menina ou um menino. Sim nós dizemos a nossa filhota mas temos algum receio que o médico nos diga que afinal é um menino, há sempre o 50/50 não é? E a maneira como nos foi explicado na segunda eco não foi da maneira mais confiante e por isso vamos aguardar para a terceira eco para ver se é desta que há certezas!

Mas até lá continuamos a falar com a nossa menina :)

sábado, 2 de maio de 2015

Estar grávida não é só coisas boas...

As coisas boas estão espalhadas por esse mundo fora.
- Aí que giro que o bebé mexe na tua barriga e não digo que não!
- Aí que a barriga crescer é sempre tão bonito. E também não digo que não que são sentimentos mistos quando me olho ao espelho.
- Ai que começas a ver as coisas para bebés  estás perdida de amores. Sim estou perdida de amores, mas a minha carteira nao enche, mas é um mundo que coisas mimosas lindas e bonitas...
E por aí fora de coisas bonitas que toda a gente ouve. O que ninguém ouve é a parte menos boa!
Ora vamos lá ver:
- O teu peito começa a crescer e aquele peito bonito todo arrebitado que tens começa a perder o arrebito e começas a pensar que a gravidade afinal existe!
E as dores de costas! Oh senhora das dores que isto não há posição, sentada dói, deitada dói, em pé dói, se tocas dói, se mexes dói, se pensas até aí dói!

E a minha gravidez está a ser calma, não tenho enjoos assim como muitas grávidas têm.
Minhas queridas isto não é tudo um mar de rosas acreditem ;) mas é tão mas tão gratificante vá eu admito que de vez enquando fico tão chateada com as dores, mas depois a miúda dá um pontapé como quem diz que vá eu estou aqui :)